Covid-19 - GPs: "tratar em casa para salvar pacientes"

Covid-19 - GPs: "tratar em casa para salvar pacientes"
(Tempo de leitura: 1 minuto)

Dra. Andrea Stramezzi: “... dar a tachipirina em casa enquanto espera vigilante é uma loucura. Poderíamos ter hospitais vazios e não teríamos um boletim de todas essas mortes. São mais de 70.000 mortos, digamos que talvez no início não sabíamos disso, mas pelo menos 50.000 desses 70.000 poderiam ter sido evitados ... "

Depois de tal declaração, o que aconteceu na Itália? Absolutamente nada, claro.

Eles são os únicos médicos no mundo que dizem que mais pode e deve ser feito para evitar a maioria das mortes? Absolutamente não, em quase todas as nações há um grupo conspícuo de médicos que vai contra o pensamento único de terror.

Aqui, gostaríamos de lembrar a todos que o artigo 32 da Constituição italiana não o escreveu para permitir que 4 políticos imponham obrigações de saúde, mas para reiterar que "a República protege a saúde como um direito fundamental do indivíduo" e se houver de possíveis curas, escondê-los é criminoso!