Italian Italiano

Imposto: 600 mil euros apreendidos na principal empresa farmacêutica de Reggello (FI)

Imposto: 600 mil euros apreendidos na principal empresa farmacêutica de Reggello (FI)
(Tempo de leitura: 1 - 2 minutos)

Foram apreendidos bens por um valor total superior a 600 mil euros a três administradores de uma empresa farmacêutica com sede em Reggello (Florença).

A apreensão da empresa farmacêutica, ordenada pela juíza Antonella Zatini, a pedido do promotor Gianni Tei, foi realizada pelo equivalente aos impostos evadidos pela empresa entre 2012 e 2017, através do uso de faturas falsas por aproximadamente 6 milhões de euros.

Conforme explicado pelo gdf, a empresa, parte de um grupo entre as principais empresas mundiais com fábricas em todo o mundo, teria se qualificado como custos - com conseqüente redução de renda e impostos relacionados - aqueles documentados por faturas emitidas pela empresa empresa-mãe estabilizada no Luxemburgo. Esses custos, no entanto, referem-se a serviços que nunca foram realizados, com o único objetivo de reduzir o lucro tributável. Pela acusação, a emissão de faturas falsas também teria permitido à empresa fugir do IVA por 250 mil euros e da Irap por 270 mil.

As faturas finalizadas no centro da investigação foram emitidas pelo Instituto De Angeli srl, com sede em Prulli, no município de Reggello (Florença), por uma das empresas do grupo de negócios ao qual o srl italiano pertence, cujos administradores são os destinatários. do sequestro.

No centro da investigação estão alegadas faturas de 'serviços gerenciais', uma categoria que inclui, entre outras coisas, gerenciamento e controle de contabilidade e balanços.


fonte: https://www.controradio.it/fisco-sequestrati-600mila-euro-a-vertici-societa-farmaceutica/

Imagem

Newsletter

Lembre-se de confirmar sua inscrição com o link que você encontrará nos e-mails que lhe enviamos

0
ações

Estão interessados?

Siga-nos também nos nossos canais sociais ...

0
ações