A parte 5G-2a: danos ao DNA e nenhuma compensação de seguro contra efeitos de campos eletromagnéticos

A parte 5G-2a: danos ao DNA e nenhuma compensação de seguro contra efeitos de campos eletromagnéticos

No seguinte a segunda parte [aqui o primeiro] do resumo da minha tradução de Sacha Stone que investiga a ciência (e sua escassez) por trás da tecnologia sem fio e seus efeitos nocivos sobre a população humana e especialmente sobre as crianças.
O documentário, relatado no final do artigo, é uma colagem de comentários e explicações oficiais de especialistas e ativistas e destaca o quanto a indústria deseja evitar o reconhecimento do que é uma evidência esmagadora: a O 5G não é apenas prejudicial, mas também é uma ameaça real à humanidade e à vida biológica.

O documentário apresenta especialistas em desenvolvimento de armamento, biólogos moleculares, cientistas de células, analistas de microscópio, ativistas que descrevem em primeira mão a ciência por trás do 5G e da radiação eletromagnética. Aqui está a segunda reunião de especialistas e suas pesquisas:

Armas de energia direta

Dr. Thomas Joseph Brown, diretor de ciências, New Earth University
Wifi regular de 2,4 GHz está no mesmo intervalo que o forno microondas e também é chamado de alcance do radar. No entanto, não é o valor máximo de absorção de água para frequências de microondas. Mas é, no entanto, o ponto que permite a penetração completa, porque, se atingisse o máximo, evitaria o aquecimento por dentro. Basicamente, é o wifi.

Agora 5G tem 60GHz e é isso que eles chamam de "armas dispersas ativas". (min 32.15 do vídeo): [esta frequência] afasta as pessoas e queima a pele, não penetra, mas 60GHz é a frequência de absorção da molécula de oxigênio. O que respiramos é realmente O2, oxigênio, portanto, sendo bombardeado com 60 GHz poderia muito bem prejudicar a absorção de oxigênio em nosso corpo e, portanto, a própria base do nosso sistema de vida.

Martin Paul Ele diz que colocar dezenas de milhões de antenas 5G sem um único teste de segurança biológica é a idéia mais estúpida que alguém poderia ter tido na história do mundo.

Portanto, temos especialistas em vários campos ... por exemplo, bombeiros, que têm problemas cognitivos para estar perto dessas fontes, assim como algumas escolas.

Vamos lembrar o que ele disse Steiner em 1924 só de pensar no rádio ... isso causaria problemas no funções cognitivas de pessoas. Eles podem receber notícias de todo o mundo, mas, ao mesmo tempo, não conseguem entender por causa dos efeitos da eletricidade. Portanto, devemos dizer que há um cheiro muito sinistro aqui ...

As companhias de seguros não indenizam contra a EMF

Também é fato que a maioria das companhias de seguros não compensa os efeitos dos campos eletromagnéticos. Em todo o mundo, as empresas de telecomunicações estão alertando seus investidores sobre possíveis custos altos, como consequência dos riscos alegados ou reais relacionados à poluição por CEM (campos eletromagnéticos) e, portanto, decorrentes de seus produtos.

Interessante que eles alertem seus investidores, mas que não digam a seus clientes. Basicamente, eles ficam em silêncio porque o dinheiro vem deles. Estamos usando tecnologia que pode ser potencialmente muito prejudicial para nós. Os investidores sabem disso, mas sua única preocupação é que eles possam perder dinheiro e não que nossa saúde possa ser afetada.

Por que eles não estão segurados? Não é que eles escolheram se assegurar, é que eles vêm rejeitadas pelas seguradoras porque entendem o risco. Então, as grandes companhias de seguros não seguram telecomunicações?

Mas há também o que é chamado empresas de seguros secundários, que seguram as companhias de seguros. Se por acaso uma empresa não conseguir lidar com as acusações, a empresa secundária entrará em ação.

Digamos, por exemplo, como o Lloyd's em Londres? É isso mesmo, assim mesmo. Dois líderes em campo são o Lloyd's em Londres e a Swiss Ria. Ambos disseram à companhia de seguros para não segurar o setor de telefonia móvel, e é por isso que não o são. Eles devem impedir ações judiciais relacionadas à saúde.

Com a Quinta Geração, é realmente um outro jogo ... armas psicológicas

Max Igan, thecrowhouse.com
não se trata apenas de usar a mesma tecnologia, aqui eles estão mudando para tecnologia de ondas milimétricas de nível militar. Se observarmos essa tecnologia e os relatórios da DARPA, as patentes que os militares dos EUA aplicaram revelaram o que podem fazer com o armas psicológicas... controle de multidões, negação ativa e muito mais ... é tudo o que eles podem fazer com 5G. Portanto, qualquer tipo de aplicação militar que você possa imaginar tem uma base eletromagnética, como se estivesse colocando um cobertor na população.

Presidente Eisenhower, discurso de despedida em 1961
(...) no governo, devemos advertir que estamos ganhando influência sem garantia. Quer isto seja ou não desejado pelo complexo industrial militar, há potencial para um aumento desastroso no abuso de poder e isso persistirá. Nunca devemos permitir que o peso dessa combinação ponha em risco nossas liberdades e processos democráticos

Blecaute do campo eletromagnético
O FFC (Comissão Federal de Comunicação) seqüestrou estrategicamente o sistema legal e silenciou todas as ameaças em potencial que afetam o lançamento da infraestrutura 5G. A FCC é uma entidade cativa que realizou o que acredito ser a maior fraude pública de todos os tempos.

Blake Levitt, repórter do New York Times
Essa entidade foi descrita pelo escritor Norman Alster, do Harvard University Center for Ethics, como a entidade mais "sequestrada" em Washington, uma entidade que atua mais como uma indústria de suporte do que como um regulador. Hoje, tudo isso é particularmente verdadeiro, especialmente com o 5G, onde há sérias preocupações sobre a segurança de informações talvez enganosas provenientes do FCC.
Por exemplo, o ex-presidente da FCC, Tom Wheeler, ele é o chefe da Wireless Lobby Association há 14 anos. Agora vamos lembrar que Obama nos disse que não haveria lobistas em seu governo. Para fazer isso ... ele pegou o maior lobby e o colocou no comando da FCC.

Em 1993, a FCC, juntamente com o IEEE (Instituto de Engenheiros Elétricos e Eletrônicos), aprovou uma lei que estabelece os padrões atuais para o limite aceitável de radiação EMF (campos eletromagnéticos). Todas as nossas autoridades de saúde se opuseram a isso, dizendo que não fazia sentido adotar uma associação de engenheiros sem sequer um médico em sua equipe. Mas eles são indenizados contra ações judiciais por efeitos adversos à saúde. Os limites aceitáveis ​​são, no entanto, superiores aos limites atualmente indicados como efeitos adversos.

Em 1996, o presidente Clinton assinou a lei de telecomunicações. A seção 704 do TCA declara que nenhuma preocupação ambiental ou de saúde pode interferir na colocação de equipamentos de telecomunicações. Outra coisa feita por esta seção 704 é tirar o poder do estado na regulação do problema de saúde relacionado à colocação de antenas celulares. Isso significa que, se eles quiserem colocar uma torre de antena em frente à sua casa, você não pode ir ao Conselho da sua cidade [nos EUA] para dizer "pare com isso porque você não quer". (min 40 ')

Em 1999, o FDA & NTP (Programa Nacional de Toxicologia) começou um estudo que duraria 16 anos e custaria US $ 30 milhões, para examinar o efeitos da radiação EMF. Em 2016, um relatório foi parcialmente tornado público.

Um grande estudo do governo dos EUA sobre ratos encontra ligação entre telefones celulares e câncer. É o primeiro estudo do governo a vincular a radiação do telefone celular ao câncer, a radiação cerebral. Por que você gostaria de impedir uma discussão sobre saúde se não há nenhum problema de saúde?

Dr. Ruggiero (42 ', 18 "), biólogo molecular
Quando esses estudos foram realizados anos atrás, ninguém sabia da importância da microbiota, nem do sistema imunológico, e menos ainda do papel da microbiota em nosso cérebro, ou seja, os micróbios que normalmente repousam em nosso cérebro, cuja influência em nosso cérebro é imensa.

Claro que é normal pensar, mas quem se importa com os micróbios, quanto menos, melhor para nós. Agora sabemos que não é bem assim, porque micróbios eles são realmente essenciais para o desenvolvimento e a função de todos os nossos órgãos e sistemas. Nosso sistema imunológico é baseado em micróbios que temos no intestino e nosso cérebro também possui micróbios que influenciam sua função.

Foi descoberto com testes que substâncias como mofo, por exemplo, se cultivadas em uma gaiola de Faraday, crescerão mesmo se houver campos eletromagnéticos ao seu redor. Se você remover a gaiola de Faraday, cerca de 600 tipos de biotoxinas se desenvolverão dentro do molde devido aos efeitos dos campos eletromagnéticos nele. Mesmo uma fraca qualidade do campo eletromagnético afeta nossa microbiota, o que é realmente essencial para todo o nosso ser.

E isso [5G] eviscerará o DNA microbiano em humanos, qual é o nosso sistema operacional número um. Pode não ter influência em experimentos de laboratório com DNA humano, na verdade eles dizem que não, mas dado que DNA humano é menos de 1% do DNA celular no corpo humano, o resto do DNA celular é microbiano e sabemos que isso eviscerará o DNA microbiano. Estamos, portanto, falando sobre o desmantelar o sistema operacional de seres humanos ...

Você deve considerar que o DNA também funciona como antena fractal capaz de enviar e receber e também processar sinais sob a forma de radiofrequências. Aqui, então, não há dúvida de que as radiofrequências artificiais, como as das antenas celulares e, em particular, desses novos tipos de torres (antenas) que possuem uma densidade de sinais muito maior, podem, de alguma forma, interferir na capacidade DNA para reter e transmitir sinais biológicos. Este é um nível de perigo que apenas muito poucos biólogos estão cientes.

Dr. Thomas Joseph Brown
A França proibiu o wifi nos jardins de infância e alertou nas escolas regulares por que o acharam distúrbios na capacidade de aprendizagem das crianças se eles vagam pelo wifi e precisam colocar avisos onde colocam os transmissores wifi.

Dr.sa Magda Havas
Estamos experimentando crianças, expondo-as à radiação de microondas por 6 horas por dia durante o dia escolar. Não temos estudos que analisem efeitos duradouros em jovens e adultos. Uma quantidade considerável de pesquisas indica que o desenvolvimento de corpos e cérebros de crianças é mais afetado que os adultos. E há indicações claras de uma ligação entre o aumento dos campos eletromagnéticos e os distúrbios autistas.

Dr. Klinghardt
Pegamos dez crianças autistas e as trouxemos de volta para onde a mãe dormia quando o bebê estava grávida e as comparamos com o local onde a mãe de um bebê saudável nasceu. Portanto, tínhamos dez mães para cada um desses dois grupos.

No primeiro caso, descobrimos que as medidas relacionadas à exposição ao microondas eram altas em comparação com as do segundo grupo.

O feto é afetado pela exposição a campos magnéticos artificiais e este se tornou o primeiro fator que poderia ser isolado no autismo e que poderia prever o autismo

fonte: https://www.youtube.com/watch?v=ol3tAxnNccY

tradução e resumo: M.Cristina Bassi para www.thelivingspirits.net

PRIMEIRA PARTE vídeo traduzido


fonte: www.thelivingspirits.net