Italian Italiano

Paracetamol na gravidez e problemas de comportamento em crianças

Paracetamol na gravidez e problemas de comportamento em crianças

Link encontrado em um estúdio maxi, mas ao longo dos anos desaparece

Um maxi-estudo de 14 crianças relaciona a ingestão de acetaminofeno na gravidez com o maior risco de problemas comportamentais, como hiperatividade e déficit de atenção na infância, principalmente para meninos.

Publicado na revista Epidemiologia Pediátrica e Perinatal, o estudo foi conduzido por Jean Golding, da Universidade de Bristol, que explica: "nossos resultados se somam a uma série de evidências científicas preocupantes sobre os possíveis efeitos colaterais do uso de acetaminofeno na gravidez, de problemas respiratórios (asma) comportamentais.

Eles reforçam a recomendação de que as mulheres grávidas tomem medicamentos com cautela e sempre sob indicação médica rigorosa, somente quando necessário. "O paracetamol é o único analgésico recomendado na gravidez. Neste estudo - caracterizado por muitos anos de observação do estado de saúde da crianças (monitoradas de 6 meses até a adolescência) - perguntou-se às gestantes aos 7 meses de gravidez se haviam tomado e com que frequência paracetamol nos meses anteriores e, em caso afirmativo, qual o problema. testes cognitivos e comportamentais de vários tipos ao longo do tempo.
Surgiu uma ligação entre o aumento do risco de problemas comportamentais e o uso de acetaminofeno na gravidez, independentemente dos motivos que levaram a mulher a tomar o medicamento. Essa associação, no entanto, desaparece quando as crianças terminam o ciclo da escola primária.

"É importante que nossos resultados sejam verificados em estudos futuros - sublinha Golding; não conseguimos estabelecer a existência de uma ligação de causa e efeito entre paracetamol e problemas comportamentais, mas apenas uma associação entre os dois. Também pode ser útil avaliar a longo prazo, se as crianças mais velhas e os adultos mais tarde - filhos de mulheres que tomaram paracetamol na gravidez - estão protegidos de problemas de comportamento ", conclui. (ANSA).


Imagem

Newsletter

Lembre-se de confirmar sua inscrição com o link que você encontrará nos e-mails que lhe enviamos

Política de Privacidade
0
ações

Estão interessados?

Siga-nos também nos nossos canais sociais ...

0
ações