Novas indicações "COVID-19: indicações para a duração e término do isolamento e quarentena."

Novas indicações "COVID-19: indicações para a duração e término do isolamento e quarentena."

O Ministério da Saúde publicou algumas atualizações sobre quarentenas e swabs, há alguns dias:

https://www.quotidianosicurezza.it/normativa/leggi/circolare-ministero-salute-12-ottobre-2020.htm

Aqui relatamos (textual) o seguinte
Contatos próximos assintomáticos: quarentena de 14 dias ou quarentena de 10 dias e antígeno final negativo ou teste molecular.

Não lemos que os contatos próximos fazem um amortecedor e alegremente continuam suas atividades, como proposto por um par de semanas nas escolas com os famosos "testes rápidos", nem lemos que toda a família do contato próximo assintomático de um positivo, na ausência de tampone, deve observar a quarentena (como alguns, incluindo o diretor do Ullss2 Treviso, Dr. Benazzi, gostariam de sugerir).
Com efeito, é precisamente o ministério que esclarece, na mesma circular, o seguinte:
(Recomenda-se) não fornecer quarentena ou realizar testes de diagnóstico em contatos próximos de contatos próximos do caso (ou seja, não houve contato direto com o caso confirmado), a menos que o contato próximo do caso seja posteriormente positivo a quaisquer testes de diagnóstico ou no caso de, com base no julgamento das autoridades de saúde, o rastreamento da comunidade é apropriado.

NB: AS INDICAÇÕES DESTA CIRCULAR ATRAVÉS DE NOVOS CENÁRIOS TAMBÉM NO CONTEXTO ESCOLAR, porque pelo que lemos, em caso de contactos próximos, serão disponibilizados a quarentena de 10 dias + buffer final OU a quarentena de 14 dias sem buffer.
Veremos se e quando estas últimas indicações forem implementadas, permanece o fato de que diante de tudo o que foi dito, a campanha de esfregaços diretamente nas escolas lançada pelo Veneto nas últimas semanas, com “autorização prévia”, não parece muito sensata. realizá-los sempre que o considerem oportuno: se, NO ENTANTO, se prevê o isolamento, o que devem fazer?