Eletrosmog malicioso, pesquisa nos EUA recomeça enquanto Ramazzini investiga 5G (Itália)

Eletrosmog malicioso, pesquisa nos EUA recomeça enquanto Ramazzini investiga 5G (Itália)

Il Programa Nacional de Toxicologia (NTP) dos Estados Unidos da América uma nova fase de seu projeto de estudo sobre radiofrequências de longo prazo começará em breve. Isso é aprendido no site conhecido Microwave News, especializada em estudos e pesquisas sobre os perigos do eletrosmog. "Ano passado - rentre no site americano - o NTP concluiu que a radiação de RF causa câncer; agora ele começará uma busca sistemática por mecanismos para explicar como e por que os tumores se desenvolveram. O trabalho deve começar ainda este ano. O plano de pesquisa é amplo. Incluirá estudos sobre expressão gênica, estresse oxidativo e danos e reparos no DNA, bem como o possível papel desempenhado pelo calor. Outras prioridades da agenda do NTP são os estudos comportamentais e de estresse ".

Estamos "otimistas" de poder detectar mudanças na expressão gênica e identificar biomarcadores de efeitos de RF, disse Michael Wyde, da NTP, à Microwave News. A Wyde está liderando o novo projeto. Ele continuará trabalhando com John Bucher, um ex-diretor associado do NTP, que conduziu um estudo com animais de US $ 30 milhões, que mostrou "evidências claras" de que a radiação de RF pode levar a tumores malignos em ratos machos. L 'O NTP havia relatado anteriormente que havia encontrado várias quebras de DNA - conforme revelado pelo teste do cometa - entre os animais expostos à RF, incluídos no cérebro em que os ratos se desenvolveram posteriormente tumores. Esses resultados, apresentados em uma conferência há dois anos, foram apresentados para publicação. O documento está atualmente sob revisão por pares, de acordo com Sheena Scruggs no NIEHS Office of Communications and Public Information. (NTP e NIEHS estão intimamente conectados.) "

Enquanto estiver no 5G, há expectativa para o estudo anunciado em Itália pelo Instituto Ramazzini. CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS


fonte: https://oasisana.com/2019/09/18/elettrosmog-dannoso-riparte-la-ricerca-usa-mentre-sul-5g-indaghera-il-ramazzini-italia/