Carta aberta às instituições sobre as análises da Corvelva

Carta aberta às instituições sobre as análises da Corvelva

À amável atenção da Ministra Giulia Grillo, do Presidente da Ordem Nacional dos Biólogos Vincenzo D'Anna, do Presidente do Conselho Nacional de Químicos Dr. Nausicaa Orlandi, aos líderes do grupo da Câmara e do Senado e para informações a todos os parlamentares da República Italiana , ao diretor do serviço MicroCRIBI da Universidade de Pádua Professor Gerolamo Lanfranchi, ao departamento de biologia da Universidade de Pádua, ao presidente da região de Veneto Luca Zaia e ao conselheiro de planejamento de saúde e saúde social Luca Coletto

A associação de Corvelva, com sede em Veneto, que desde 1993 luta pela liberdade de escolha no campo terapêutico, deseja soar um alarme e pedir a ajuda de todos que puderem dar, para interpretação e avaliação dos dados que emergiram das análises metagenômicas e químicas que encomendamos de laboratórios independentes na Itália.

Ressaltamos que as primeiras análises, as metagenômicas, já foram objeto de reclamação no Ministério Público de Roma em agosto passado, exibidas arquivadas juntamente com as análises certificadas originais do laboratório e isso também ocorrerá para essas análises.
Dito isto, chegamos ao cerne da questão: tanto nas primeiras análises metagenômicas (verificação do conteúdo de contaminantes biológicos) quanto nas análises químicas realizadas nos últimos dias, dados emergem em nossa opinião dignos de uma investigação mais aprofundada.

Enquanto entregamos os dados metagenômicos, acompanhados de uma publicação científica que valida o método, portanto, a reprodutibilidade da análise, aos insights que nossa comunidade científica desejará dedicar a você (ao mesmo tempo em que continuamos o trabalho de investigação, por mais forte que seja) em vez disso, estamos pedindo ajuda na interpretação dos dados que emergiram dos produtos químicos / proteínas. Basicamente, encomendamos essas primeiras "estimativas" do conteúdo químico das vacinas analisadas, mas não esperávamos encontrar tantos sinais alarmantes. Convidamos você a considerar que a vacina Priorix Tetra produzida pela GlaxoSmithKline, uma vacina em uso no território italiano para a imunização primária da infância e adolescência, apresentou uma quantidade inesperada e particularmente alta dos sinais químicos encontrados: 115 no primeiro lote e 173 no segundo. Destes, apenas uma quantidade variando de 29% a 43% são compostos conhecidos, ou seja, disponíveis nas bases de dados disponíveis com a inclusão da "fórmula bruta". Portanto, temos uma quantidade que varia de 57 a 71% dos compostos presentes, mas não identificáveis.

Investigamos um risco potencial e solicitamos um estudo aprofundado dos "técnicos" do resultado que emergiu e do risco potencial que ele representa.

O que gostaríamos de fazer agora com nossos pedidos é um diálogo sério e detalhado com a apresentação de dados objetivos.

Dos nossos dados, verifica-se que:

• Fragmentos de peptídeos associados a proteínas potencialmente provenientes do processo de purificação foram detectados em ambos os lotes de produtos, incluindo a proteína de ligação ao cálcio sarcoplasmático, Actina e Vimentina. A proteína sarcoplasmática de ligação ao cálcio é um alérgeno reconhecido. Em nossa opinião, determinar a quantidade dessas proteínas é importante, pois quanto maior a quantidade, maior a probabilidade de haver sensibilização com as chamadas de vacinação. Pedimos a sua opinião sobre isso.
• Embora a análise, sendo preliminar, não possa identificar o composto de uma certa maneira, nesta fase, no entanto, indica um provável correspondente. Considerando esses primeiros dados brutos, haveria traços de metabólitos, aminoácidos, compostos químicos (como herbicidas, ingredientes ativos de drogas conhecidas, como antibióticos, outros experimentais), alcalóides, etc., muitos dos quais são tóxicos. Sua ajuda na interpretação desse resultado em termos de confiabilidade e segurança, e quaisquer propostas para a verificação e / ou consolidação dos dados seriam inestimáveis.
• Ambos os lotes contêm traços quantificáveis ​​entre nanogramas e microgramas como uma ordem indicativa de magnitude. Esta figura é importante porque alguns compostos são altamente tóxicos, outros são alérgenos conhecidos e outros são moléculas farmacêuticas mais prováveis, como o sildenafil (Viagra) ou gabapentina (antiepiléptica) ou atovaquona (composto orgânico para a produção de um medicamento antimalárico). .
• O lote 2 contém vestígios provavelmente associados ao AMD-070, um medicamento anti-HIV e ao Fluchloralin, um herbicida da família fluorada, já considerado tóxico em quantidades extremamente mínimas.

Reiteramos a porcentagem substancial de sinais detectados, mas desconhecidos, que não podem ser identificados através dos bancos de dados consultados. A este respeito, perguntamos se, na sua opinião, existe a vontade e a possibilidade de investigar a identificação do mesmo.

Nossa Associação, composta por cidadãos comuns, só aceitou o recurso da Comissão de Inquérito "Urânio Empobrecido", financiando estudos científicos que visam esclarecer o conteúdo de produtos farmacêuticos que por lei devem ser administrados a nossos filhos. Trabalhamos na região de Veneto há 25 anos, 10 dos quais em total liberdade de vacinação, mas também em diálogo com a medicina, tudo agora definitivamente perdido.

Incluímos análises químicas (que são, em particular, o objeto desta solicitação) e as análises metagenômicas realizadas até o momento. De nossa parte, continuamos nossas investigações o máximo possível. Pareceu-nos correto informá-lo dos resultados e aguardamos comentários, críticas ou discussões sobre o assunto.

Agradecemos pela atenção

Atenciosamente
Ferdinando Donolato, Presidente da Corvelva


Primeiros resultados no perfil de composição química Priorix Tetra: https://goo.gl/6ENghC
Relatório de análise metagenômica em amostras de vacina: https://goo.gl/2SCReq
Pré-publicação do método de análise metagenômica em amostras de vacina: https://goo.gl/p2X6Nm
Exposto apresentado ao Ministério Público de Roma: https://goo.gl/FrFHEp


Download: CORVELVA-Report-análise-composição-química-Priorix-Tetra-CARTA-APERTA.pdf